Comissão debate estratégias para Agenda Nacional de Pesquisa

terça-feira, 31 de março de 2015

As áreas estratégicas para a implementação da Agenda Nacional de Pesquisa estabelecida pelo Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG) 2011-2020 foram discutidas esta semana no Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) com representantes da Comissão Especial de Acompanhamento do plano. No encontro, o objetivo foi identificar os temas prioritários para o País na área da investigação científica.

“Precisamos trabalhar na formação de recursos humanos, nos projetos de pesquisa e na interação com o setor produtivo e industrial”, afirmou o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Jorge Guimarães, integrante da comissão. Também participaram da reunião o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, e o secretário executivo do MCTI, Alvaro Prata.

O Plano Nacional de Pós-Graduação 2011-2020 tem como meta definir novas diretrizes, estratégias e metas para dar continuidade e avançar nas propostas para a política de pós-graduação e pesquisa no Brasil.

A comissão é composta de representantes de órgãos como o MCTI, o Conselho Nacional de Educação (CNE), a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e a Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG), entre outros.

(Agência Gestão CT&I, com informações do MCTI)