Ciência sem Fronteiras põe só 3,7% dos alunos em instituições ‘top’

terça-feira, 14 de junho de 2016

Proposta do CsF era enviar estudantes às melhores universidades segundo rankings internacionais

Menos de 4% dos alunos que participaram do programa federal de intercâmbio Ciência sem Fronteiras foram estudar nas melhores universidades do mundo. O levantamento foi feito pela Folha na base de dados pública do programa federal.

Veja o texto na íntegra: Folha de S. Paulo