Ministros do Brics firmam declaração para minimizar impacto de mudanças climáticas na agricultura

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

A redução dos efeitos climáticos poderia ser obtida com a alteração da data da semeadura, variação das espécies de semente e uso de técnicas de irrigação e sombreamento

Os ministros da Agricultura dos cinco países integrantes do Brics (grupo que reúne as economias emergentes do Brasil, da Rússia, da Índia, da China e da África do Sul) assinaram hoje (29) declaração conjunta com o objetivo de minimizar os impactos das alterações climáticas na segurança alimentar. O ministro da Agricultura brasileiro, Antônio Andrade, firmou o acordo ao participar da 3ª Reunião dos Ministros da Agricultura do Brics em Pretória, África do Sul.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o documento prevê iniciativas para estimular a produção de alimentos com menor dependência de práticas que causem impacto no clima.

Antônio Andrade afirmou que a redução dos efeitos climáticos pode ser obtida por meio de medidas como a alteração da data da semeadura, variação das espécies de semente e uso de técnicas de irrigação e sombreamento.

O Brasil sediará a próxima conferência dos países do Brics, que será em março do ano que vem em Fortaleza.

Fonte: Agência Brasil